Investidores, construtoras, clusters produtivos, empresas, concessionárias aeroportuárias e Governo marcam encontro para discutir futuro de complexos em outubro, na capital paulista

Os projetos para a concretização do modelo de aeroporto cidade em solo brasileiro têm ganhado fôlego no último ano. O anúncio recente do governo federal, que prevê R$ 8,5 bilhões de investimento em aeroportos, somado aos ganhos do setor já conquistados em decorrência dos grandes eventos esportivos e ao interesse da iniciativa privada têm feito com que os projetos de integração do aeroporto com a cidade sejam amplamente discutidos. Em  mais um desses momentos, nos dias 7 e 8 de outubro, representantes de todas as esferas envolvidas se reunirão no seminário Airport City & Real Estate para conhecer cases de sucesso e, principalmente, corroborar a vocação do Brasil no segmento e as oportunidades de investimento.

O evento, que acontece no Grand Mercure Hotel, em São Paulo, é o terceiro seminário proposto pela série Airport Infra Expo 2015. “O Brasil já mostrou que seus grandes aeroportos internacionais e hubs possuem vocação para oas chamadoas aeroportos cidades. A questão agora é considerar o que um projeto deste porte engloba. Precisamos pensar global e regionalmente, de maneira que o desenvolvimento desses complexos conecte as cidades, aumente a produtividade dos negócios e melhore a performance econômica e a mobilidade de passageiros e de cargas. O Airport City & Real Estate vai tratar de soluções e oportunidades direcionadas a essas premissas”, expõe Paula Faria, diretora da Sator, organizadora do seminário.

Além de toda a cadeira de fornecedores do setor, o evento também reunirá investidores, construtoras e incorporadoras nacionais e internacionais interessadas no mercado aeroportuário brasileiro; operadoras; clusters produtivos dos setores alimentício, automobilístico, farmacêutico, farmoquímico, máquinas e equipamentos, pesquisa e desenvolvimento, aerospacial; empresas de varejo e serviços, entre outros, interessados em explorar as possibilidades no entorno dos complexos aeroportuários, sejam elas para fins comerciais e industriais, como para promover as áreas para varejo, publicidade e receitas não aeroportuárias dos aeroportos.

Programação – A viabilidade econômica e os aspectos estratégicos do aeroporto cidade abrem a programação do seminário Airport City & Real Estate, no dia 7 de outubro. O painel deve reunir representantes do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico Social (BNDES), da fabricante Boing, da Inframerica, bem como o presidente da Urbanm Systems, Thomaz Assumpção. O primeiro dia ainda segue com os painéis “Estratégia de Real Estate baseado em um equilíbrio da oferta, mercado e considerações financeiras”, “Desenvolvendo estratégia de varejo: o que considerar no planejamento da área comercial do aeroporto” e “Exploração comercial dos espaços publicitários nos aeroportos brasileiros: oportunidades e desafios do setor”. Intercalados aos painéis, os participantes ainda vão conferir breves apresentações voltadas à oportunidades de negócios, intituladas Vitrines, da Inframerica, RioGaleão e Infraero, além de showcases dos aeroportos britânicos de Manchester e Londres (Luton Airport).

Para a manhã do segundo estão reservados os temas “Negócios aeroportuários: Os estágios do desenvolvimento do plano de negócios e a importância do planejamento para o desenvolvimento de uma cidade aeroportuária”;  “Oportunidades de negócios para investidores”, painel que contará com a presença de executivos da GP Airports, JSL, BNB Paribás, entre outros; além da Vitrine Viracopos, conduzida pelo diretor comercial, Aluizio Bomfim Margarido.

Na sequência será a vez do diretor comercial da GRU Airport, Fernando Sellos, conduzir Vitrine específica; do painel “Potencializando o negócio: como explorar todas as possibilidades de recursos através da oferta de produtos e serviços não aeroportuários”, com participação do gerente geral de Corporate Real Estate da Azul Linhas Aéreas, Paulo Brochini, e de Aluizio Margarido, de Viracopos; e de novo showcase do Gatwick Airport, de Londres. Fecham o seminário a Vitrine BH Airports, com presença confirmada do diretor comercial, Rene Baumann, e o painel que vai discutir os modelos adequados para que os terminais de passageiros atendam a demanda de espaço, serviços e fluxo.

São parceiros estratégicos do evento o GRU Airpot, INFRAERO, Governo Federal, Viracopos. Apoiam a iniciativa, entre outras empresas e entidades, a ABEAR, ABESATA, ABRASET, ANCAB, ANAC, ANEAA, ANVISA, CNT, AIAB, INVEST-EXPORT.BRUSSELS, CNT, SINDICOM.

As inscrições podem ser feitas no site http://www.airportinfraexpo.com.br/airport-city-real-estate-inscricoes/.

Sobre a Sator
A Sator nasceu em 2005 como uma empresa de produção de eventos, passou a oferecer serviços de comercialização e comunicação para os eventos que organizava e, mais recentemente, descobriu-se como uma organização desenvolvedora de plataformas de negócios, que consiste em identificar, planejar e desenvolver oportunidades por meio de encontros presenciais como seminários, feiras, rodadas de negócios, mídia online e impressa. A empresa conta com uma ampla experiência na organização de eventos como a Airport Infra Expo, Labace, Latin American Business Aviation Conference & Exhibition (entre 2007 e 2009), a Feira Nacional de Aviação Civil (desde 2008) e o Broa Fly-in (2006 a 2008).

Conteúdo Empresarial – Comunicação Integrada
Tel: (13) 3304-7437 / 3304-7438 / (11) 3230-7434
www.conteudoempresarial.com.br
Atendimento à imprensa
Vivian Giuzio
vivian@conteudoempresarial.com.br