Projeto de Viracopos prevê crescimento de 30% na procura por metro quadrado. RIOgaleão defende desenvolvimento de serviços e novas operações comerciais para impulsionar crescimento.

Com mais de cinco mil empresas nacionais e multinacionais instaladas na região metropolitana de Campinas, que juntas respondem por 33% do PIB nacional, a demanda por metro quadrado no entorno do aeroporto de Viracopos deve crescer 30% nos próximos anos. A estimativa, apontada pelo diretor comercial do aeroporto Aluizio Bonfim Margarido, foi levantada após estudo realizado pela Urban Systems, especializada em inteligência de mercado, e corrobora os projetos para expansão e modernização do complexo.

Segundo Aluizio Margarido, que apresentará as oportunidades disponíveis durante Vitrine no Seminário Airport City & Real Estate, Viracopos é o futuro aeroportuário de São Paulo, com 25 mil km² de espaço. O projeto contempla expansão para até quatro pistas, sendo três delas de pouso e decolagem simultâneos e uma estrutura para comportar 80 milhões de passageiros. Para se ter uma ideia das proporções, Cumbica tem hoje capacidade para 35 milhões de usuários.

No horizonte do projeto, uma série de oportunidades está prevista. “Dentro do conceito de aeroporto cidade, que já é tendência mundial e pode ser conferido em diversos aeroportos da Ásia, nos Estados Unidos e também na Holanda, vamos contar com hotéis, centros comerciais, edifícios corporativos, entre outros. Além de levar em consideração o crescimento dos setores de 2006 à 2014, nós projetamos em função da geração de emprego e calculamos um fator multiplicador.”, explicou o diretor. A primeira etapa do projeto tem conclusão prevista para 2020, a segunda em 2030 e a última em 2042.

Margarido destaca ainda que transformar o aeroporto em uma extensão da cidade funciona bem porque atualmente as empresas estão em busca de dois fatores chaves: segurança e conectividade. “Em termos de segurança, as empresas estarão sempre bem protegidas, pois trata-se de uma área com segurança federal. Já a conectividade facilita muito o dia a dia de empresas com sedes em outras cidades ou até mesmo países. Em poucas horas é possível contar com os colaboradores na sede de sua empresa, se você estiver instalado próximo a um aeroporto”, destacou.

RIOgaleão – Já o aeroporto internacional do Rio de Janeiro está recebendo investimentos em serviços, com a criação de novo Duty Free e novas operações alimentícias, de varejo e ground handeling. O diretor comercial do aeroporto RIOgaleão, Sandro Fernandes, também aposta na consolidação do conceito de real estate. “O RIOgaleão tem um dos maiores sítios aeroportuários do país, o que nos permite ser um polo gerador de negócios. Diversas iniciativas estão em andamento, aqui no Rio de Janeiro, para contribuir com a dinamização da relevância do aeroporto para a cidade, como por exemplo, o novo Duty Free, que será um dos maiores do mundo com mais de 8 mil m², as novas operações comerciais de varejo e alimentação e também o desenvolvimento do nosso terminal de cargas”.

Os cases serão destaque no terceiro seminário da série Airport Infra Expo, organizado pela Sator. O Seminário Airport City & Real Estate acontece nos dias 7 e 8 de outubro, no Hotel Grand Mercure, em São Paulo. Além das Vitrines, os participantes poderão acompanhar showcases dos aeroportos ingleses e também uma série de palestras e discussões sobre o desenvolvimento, desafios e oportunidades do setor. As inscrições podem ser feitas no site http://www.airportinfraexpo.com.br/airport-city-real-estate-inscricoes/.

Sobre o Airport City & Real State
O Airport City & Real State vai abordar as possibilidades de investimentos e o potencial de negócios dos aeroportos do País, com o objetivo de explorar as oportunidades no entorno do complexo aeroportuário. Na ocasião serão apresentados cases de sucesso e sugestões para a utilização das comerciais, industriais, turísticas e de negócios, além das áreas para varejo, publicidade e receitas não aeroportuárias dos aeroportos. O terceiro seminário promovido pela Airport Infra Expo 2015 acontece nos dias 7 e 8 de outubro, no Grand Mercure Hotel, em São Paulo.

Sobre a Sator
A Sator nasceu em 2005 como uma empresa de produção de eventos, passou a oferecer serviços de comercialização e comunicação para os eventos que organizava e, mais recentemente, descobriu-se como uma organização desenvolvedora de plataformas de negócios, que consiste em identificar, planejar e desenvolver oportunidades por meio de encontros presenciais como seminários, feiras, rodadas de negócios, mídia online e impressa. A empresa conta com uma ampla experiência na organização de eventos como a Airport Infra Expo, Labace, Latin American Business Aviation Conference & Exhibition (entre 2007 e 2009), a Feira Nacional de Aviação Civil (desde 2008) e o Broa Fly-in (2006 a 2008).
 

Conteúdo Empresarial – Comunicação Integrada
Tel: (13) 3304-7437 / 3304-7438 / (11) 3230-7434
www.conteudoempresarial.com.br

Atendimento à imprensa
Vivian Giuzio
vivian@conteudoempresarial.com.br