O workshop apresenta a Vigilância de Superfície como um elo entre as operações aéreas e aeroportuárias, cujo nível de eficiência afeta diretamente os resultados financeiros de toda a cadeia aeroportuária e de aviação.

A última década foi de resultados positivos para o transporte aéreo brasileiro, que cresceu 3,5 vezes acima do PIB, porém o país ainda é o 131º em qualidade da infraestrutura aeroportuária, o que estimula a busca por melhorias no setor.

O serviço de Vigilância de Superfície é tradicionalmente concebido como uma extensão do serviço de controle de tráfego aéreo, realizada por diferentes órgãos de administração pública, como uma forma de prestação de serviços baseados em garantir segurança sem interferir na eficiência. Com o início das concessões de aeroportos, as Concessionárias, operadas sob a perspectiva de negócio, buscaram formas de aumentar a eficiência sem prejudicar a segurança.

Neste novo cenário a Vigilância de Superfície deve ser vista como um elo entre as operações aeroportuárias, responsável diretamente pelos resultados financeiros da Concessionária, das Empresas Aéreas e dos demais stakeholders operando no ambiente aeroportuário. É importante colocar em questão a eficiência do modelo atual de gestão do pátio de aeronaves, em que a alocação de posição das aeronaves é feita pelo Operador Aeroportuário, enquanto a movimentação das aeronaves no pátio fica a cargo da Torre de Controle.

A A-CDM (Airport Collaborative Decision Making), forma colaborativa de tomada de decisão em aeroportos, é essencial para lidar com a mudança de paradigma, levando a um novo modelo de atuação de todas as entidades envolvidas na atividade aeroportuária.

Durante a sexta edição da Airport Infra Expo o workshop de Gerenciamento de Operações Aéreas (Airside Operations management) apresenta o modelo de operação aeroportuária A-CDM e seus benefícios.

“O modelo de operação aeroportuária A-CDM (Airport Collaboative Decision Making) foi consagrado internacionalmente como solução ideal para conferir maior agilidade e previsibilidade às operações aeroportuárias. Em mercados mais desenvolvidos como EUA e Europa, os resultados alcançados são impactantes e definitivos.” afirma o Diretor da SAAB Group, Sérgio Martins.

O workshop será dividido em duas partes. Na parte da manhã o primeiro bloco “Avaliação do Centro de Controle de Pátio” (Apron Control Center Assessment), apresenta os conceitos e modos de implantação do modelo de operação A-CDM, apresentando soluções para as Concessionárias que assumirão o controle de pátio de seus aeroportos.

Na parte da tarde o segundo bloco “Tecnologias de Reconhecimento de Situações Aéreas” (Airside Situation Awareness Technologies) apresenta quais são as tecnologias necessárias para seguir o modelo de operação A-CDM.

Para o setor aeroportuário é importante que os profissionais tenham conhecimento tanto do universo aeroportuário, quanto do universo de Tráfego Aéreo, e o modelo A-CDM cobre a ineficiência inerente às operações que ocorrem na área de transição entre os dois universos.

A sexta edição do Airport Infra Expo acontece no dia 14 de abril de 2016, no centro de convenções Brasil 21 em Brasília (DF).

As inscrições podem ser realizadas no site:

http://www.inscricoes.sators.com.br/index.php/pt/eventos/airport-infra-expo-2016

Sobre a Sator: A Sator foi criada em 2005 como uma empresa de produção de eventos, passou a oferecer serviços de comercialização e comunicação para os eventos que organizava e, mais recentemente, descobriu-se como uma organização desenvolvedora de plataformas de negócios, que consiste em identificar, planejar e desenvolver oportunidades por meio de encontros presenciais como seminários, feiras, rodadas de negócios, mídia online e impressa. A empresa conta com uma ampla experiência na organização de eventos como a Airport Infra Expo, Labace, Latin American Business Aviation Conference & Exhibition (entre 2007 e 2009), a Feira Nacional de Aviação Civil (desde 2008), o Broa Fly-in (2006 a 2008), o Connected Smart Cities (desde 2015) e o International Brazil Air Show (programado para 2017).

 

Departamento de Comunicação – Sator Eventos

+55 (11) 3032-5633 | +55 (11) 3812-3840

Atendimento à imprensa

Andressa Rodrigues

andressa@sators.com.br